quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Entre livros e infiltrações, muita iniciativa

CULTURA
Entre livros e infiltrações, muita iniciativa

Logo nos primeiros dias de trabalho, Alcione De Pauli viu que precisava, literalmente, tirar os projetos da gaveta. Em meio uma pilha de papéis, achou uma moção feita pela Câmara de Vereadores à Secretaria da Educação em 1995, pedindo reforma e ampliação da Biblioteca Pública.Quem caminha pelo espaço sabe que o projeto nunca saiu do papel. Até a pintura interna, feita há um ano, está deteriorada por causa das infiltrações.A ampliação da estrutura física é plano a longo prazo. Da mesma forma, até por uma questão de espaço, o acervo não pode ter grandes adições. “No momento temos de pensar em equipar a biblioteca”, resume Alcione. O telhado, responsável pela coleção de goteiras, está sendo trocado essa semana. O sistema de calhas também passa por vistoria.Os projetos de extensão, como o sarau, continuam numa possível parceria com a Fundação Cultural de Joinville (FCJ). Há também a iniciativa de reforçar os núcleos da biblioteca, como a localizada no terminal de ônibus de Pirabeiraba. “Pensamos em fazer totens, como acontece em outras cidades. Assim, quem passa por esses locais pode pedir livros do acervo, sem precisar vir para a biblioteca fazer o empréstimo”, prevê. Por meio da Secretaria da Educação, Alcione já fez contato com o Ministério da Cultura para viabilizar os recursos por parcerias com empresas privadas.E antes que as crianças reclamem, as contações de histórias vão continuar. “Talvez eu até me vista de Emília para vir trabalhar, desenferrujar um pouco”, brinca.

Nenhum comentário: