quarta-feira, 24 de setembro de 2008

MIS comemora uma década de resgate do audiovisual catarinense

MIS comemora uma década de resgate do audiovisual catarinense

22/09/2008 - Começa nesta quarta-feira, dia 24 de setembro, às 19 horas, a programação comemorativa dos dez anos do Museu da Imagem e do Som (MIS), há uma década empenhado na preservação da memória audiovisual catarinense. Promovido pelo governo de Santa Catarina, a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), o evento será realizado na sede do museu, no Centro Integrado de Cultura (CIC). A visitação segue até o dia 30 de novembro de 2008.
Três exposições integrarão o aniversário do MIS: Memória e Mídias, com apresentação do acervo de equipamentos, Memorar, com fotografias de Marcio Henrique Martins, e Constante Efêmero, com fotografias de Danisio Silva. Para fechar a grade de eventos, será lançado o site www.missc.org.br, além do material da instituição.
Na quarta-feira, às 19 horas, também ocorrerá a exibição do DVD “Cristal – Neide Mariarrosa”, de Ronaldo dos Anjos e Eduardo Paredes, na Sala Multimídia do MIS/SC. Documentário gravado em dezembro de 1993, no Teatro do CIC, o audiovisual mescla interpretações da cantora, locutora e radioatriz Neide Mariarrosa, desfiando suas canções preferidas, e conversas de bastidores, com o produtor Mauro Júlio Amorim, sobre a carreira de sucesso no Rio de Janeiro e a volta para Florianópolis.
Editado por Ronaldo dos Anjos, responsável também pela captação de imagens junto com o cinegrafista Cezinha, o documentário de 80 minutos conta ainda com a participação do conjunto musical Nosso Choro, comandado por Wagner Segura.
Criado em 24 de setembro de 1998, o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina concentra hoje uma importante parcela da memória audiovisual catarinense. A preservação desse catálogo norteia os objetivos da instituição, que visa também coletar, classificar, catalogar, restaurar e conservar todo material iconográfico e sonoro relacionando a interesses artísticos, históricos, sociológicos e culturais do estado.
O acervo já conta com algumas raridades. As fotografias em chapas de vidro do fotógrafo alemão August Suiter, datadas do início do século XX, e os cine jornais da Produtora Carreirão, filmados entre os anos 50 e 60, compartilham o espaço com 10 mil discos de vinil, 1.000 fitas magnéticas de vídeo, 250 rolos de películas, 320 fitas cassetes, 65 rolos magnéticos de som, projetores cinematográficos, gravadores, filmadoras, rádios, toca discos e uma coleção de livros e revistas sobre audiovisual.
As salas climatizadas do Acervo Películas e do Acervo de Fitas Magnéticas, junto com a Sala Multimídia, constituem duas vertentes fundamentais da atuação do MIS: preservar e exibir. Outros espaços ajudam a complementar o cenário da instituição: a Sala de Exposição Temporária, a Galeria de Exposição e o Hall de Entrada, palcos de exposições produzidas pelo museu ou por terceiros. O MIS abriga ainda um Estúdio para produção audiovisual, anexado à Sala de Edição e Laboratório Fotográfico.

SERVIÇO:
O quê: Aniversário de dez anos do MIS.
Quando: 24 de setembro, às 19 horas. Visitação até o dia 30 novembro.
Local: Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina — MIS/SC Centro Integrado de Cultura - CIC Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 Bairro Agronômica Informações: (48) 3953-2327
Quanto: gratuito

Nenhum comentário: