quarta-feira, 9 de julho de 2008

espetáculo Fausto do grupo das-Helmi (Berlim)

Caros,abaixo segue informações sobre espetáculo Fausto do grupo das-Helmi (Berlim) e da oficina ministrada pelo grupo que o Kulturfest, festival da cultura alemã, trará a Florianópolis do dia 8 ao 11 de Julho. O grupo realizará oficina e apresentação no CEART entre outras atrações pela cidade. A oficina e o espetáculo são gratuitos (vagas limitadas). Participem!
Apresentação do espetáculo punk-trash de bonecos "Fausto" do grupo Das-Helmi
Dia 10 de Julho
Local: Espaço 1 - CEART
Duração ""Fausto" 70 minutos.
Em português, com pouco inglês e alemão
Gratuito
Oficina sobre teatro de bonecos e teatro pós-dramático com integrantes do grupo das-Helmi
Dias:8 e 9 de Julho das 16 as 18 horas
Local: Sala de Animação - CEART
Gratuito
30 vagas - inscrições com Andréia Oríques na Sec. do Depto. de Artes Cênicas - CEART - UDESC

Teatro de bonecos contemporâneo FAUSTO Das Helmi (Berlim, Alemanha) e Goethe com a participação especial deCora Frost
Teatro e rock, punk e trash, happenings, não violência e revolução, complicadas personalidades, mercado de pulgas, pseudo-intelectuais, desmontes, café, consciência, aplausos, espuma, restos, fitas adesivas, fanatismos, aplausos, risadas, gargalhadas...

Sobre a montagem de Fausto

Por um lado deve estar óbvio nesta encenação o aspecto tipicamente alemão do Fausto. Deve ficar nítido algo da preocupação, da fidalguia e do pecado original, do medo frente às mulheres. Por outro lado o enredo deve ser multicolorido, como um melodrama, como uma telenovela (Mefisto seduz Fausto, Fausto seduz Gretchen, Gretchen envenena sua mãe. Fausto esfaqueia o irmão dela. Gretchen afoga seu filho.)
Um choque dialético de opostos pode servir como fonte de idéias : o teórico arrogante que se depara com a vida real , a Alemanha em confronto com o Brasil, o turista alemão com vigaristas brasileiros, o indivíduo racional com sua sexualidade reprimida, o Fausto provinciano e conservador com o Mefisto das ruas, o fanático pelas estruturas com o irresponsável. Também o capitalista com o ingênuo.
Um espetáculo onde estaremos trabalhando com os estereótipos de ambas as culturas. Na música também a mixagem das culturas: canções alemãs [aquelas que se cantam nos bares e festas tradicionais da cerveja) aos ritmos do samba e pagodes. As invocações dos espíritos, "pontos" e canções de candomblé , capoeira da Angola e outras canções alemãs. O amor, em versões de famosas musicas românticas em alemão...
Uma narrativa sem legendas, atrativa e compreensível para um público brasileiro, mas não ocultando ou negando a origem alemã, mas, ao contrário, destacando elementos e detalhes tipicamente alemães.
Uma versão do Fausto de Goethe, com musica ao vivo, misturando tragédia e comédia, reinventando a tradição do Cabaré Alemão. Atores, bonecos e músicos, poesia e rock reinventando a mais tradicional e conhecida obra da literatura alemã.
Sobre OFICINAPrimeiramente será comentado um pouco sobre teatro de bonecos como narrativa
e sobre o boneco como ícone e meio. Podemos ainda entrar em acordo quanto ao
tema. Bonecos serão então montados e a forma narrativa será
experimentada.
O resultado final será uma pequena performance, onde nós faremos a
música e os ruídos.

O grupo

Das Helmi é um grupo de teatro que trabalha com atores e bonecos e desenvolveu desde 2002 - quando o grupo surgiu e fazia apresentações em uma praça de Berlin chamada Helmholtzplatz - uma forma e um estilo de trabalho muito especial e peculiar.
Sempre trabalhando com música ao vivo, mais do que contar historias ou manipular com maestria bonecos, eles criam uma atmosfera bastante envolvente e cercada de uma grande energia e sempre apropriando-se de elementos da realidade que os cerca. No ano de 2007 o grupo Das Helmi ganhou no Impulse Festival o premio do "teatro livre da Alemanha".
O grupo é formado por três integrantes: Florian Loycke, Brian Morrow e Emir Tebatebai.

Nenhum comentário: