segunda-feira, 14 de julho de 2008

Cotidiano simples de Marlowa Marin realçado digitalmente

Artes Plásticas
Cotidiano simples de Marlowa Marin realçado digitalmente

Poder pintar olhando o verde da grama é apenas uma das mudanças no cotidiano da artista plástica e ilustradora Marlowa Pompermayer Marin, que há um mês deixou um apartamento para ir viver numa casa, com a família. Paradoxalmente, o trabalho da artista, que está mais próxima da terra, está cada vez mais inserido num contexto virtual e global.Recentemente, uma tela sua foi vendida para uma galeria de Ohio, nos Estados Unidos, e em setembro participará de numa exposição coletiva internacional em Salamanca, na Espanha.Marlowa mantém contato com ilustradores e artistas plásticos de todo o País e do exterior.O incentivo e as observações de outros artistas permitiram uma evolução no seu trabalho. Além das aquarelas e telas acrílicas, ela também passou a adotar novas técnicas, como o giclée, técnica de reprodução em tela e papel em que uma obra criada digitalmente é impressa por um equipamento que jateia quatro milhões de gotículas por segundo.Marlowa diz que o meio digital possibilita ampliar as possibilidades, como a plotagem de imagens em paredes. A arte digital permite utilizar um mix de técnicas. Elementos da obra também podem ser fragmentados. Ela inclusive está trazendo elementos virtuais para as telas físicas. Palavras, pixels e outros elementos compõem o cenário de fundo de telas.CHAPECÓ

Nenhum comentário: