quinta-feira, 17 de julho de 2008

CINEMA FALADO EXIBE "MORANGO E CHOCOLATE"


CINEMA FALADO EXIBE "MORANGO E CHOCOLATE"

Nesta quinta-feira, dia 24 de julho, o Cinema Falado do Museu Victor Meirelles mostra um filme especial. Não só por se passar em Cuba. Tampouco por ser um filme de um diretor cubano, nascido em Havana. Mas se talvez considerarmos que ele traz para o centro dos debates o regime político e as condições de liberdade do povo cubano, poderemos, aí sim, perceber que se trata de um filme especial.
Mais instigante ainda será a possibilidade de o espectador constatar, ao ver o filme, que se trata de uma história leve e bem-humorada, que trata também, de forma bastante sutil, de assuntos como patriotismo, segurança nacional, soberania e liberdade de expressão, tendo a amizade e a quebra de preconceitos como pano de fundo.
A mediação dos debates, sempre programados para o final das sessões, estará sob a responsabilidade de Fátima Sebastiana Lisboa, professora de cinema da UFSC.
Cuba, 1979. David, um jovem universitário e militante comunista, conhece Diego, um professor homossexual. Entre os dois nasce uma amizade que enfrentará os preconceitos da sociedade e do regime cubano.
Morango e Chocolate pode ser encarado como um canto à compreensão e à tolerância, ao mesmo tempo em que é também um painel dos difíceis anos de inauguração do socialismo em Cuba. É a história de seres humanos comuns em busca de um lugar onde possam ser o que realmente são, sem máscaras. Um filme que é, na realidade, uma poesia, cuja conclusão é de que a solidariedade é uma das maiores invenções da raça humana.
Primeiro filme cubano indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, ganhou o Urso de Prata (Prêmio Especial do Júri) no Festival de Berlim, o Goya de melhor filme estrangeiro em língua espanhola e ainda os prêmios do público e da crítica, de melhor ator (Vladimir Cruz e Jorge Perugorría), filme latino e atriz coadjuvante (Mirta Ibarra), no Festival de Gramado.
Sobre a mediadora: Fátima Sebastiana Lisboa possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em História pela Universidade Federal Fluminense, graduação em Arquivologia e documentação pela Universidade do Rio de Janeiro, mestrado em Études sur l'Amérique Latine-DEA-Histoire pela Université de Toulouse II Le Mirail (1992) e doutorado em Études sur l'Amérique Latine-Histoire - Université de Toulouse II Le Mirail (2000). Atualmente é professora/pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina, no departamento de História e no curso de Cinema. Tem experiência na área de História Contemporânea e História do Cinema, com ênfase em História Ibero-Americana, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema e história, crítica cinematográfica, história cultural, movimentos artísticos, cineclubismo, intelectuais e participação política.
Cinema Falado do Museu Victor MeirellesMorango e Chocolate – CUBA/1994, 110 min.
Direção: Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío.
Elenco: Vladimir Cruz, Mirta Ibarra, Jorge Perugorria, Francisco Gattorno, Joel Angelino
Mediadora: Fátima Sebastiana Lisboa
Dia 24 de julho de 2008, às 18h30min
Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles, 59 – Centro – Florianópolis Tel.: 48 3223-0883
Entrada Gratuita

Nenhum comentário: