sábado, 28 de junho de 2008

INFRA-ESTRUTURAS EMERGENTES NO SISTEMA DA ARTE BRASILEIRA

INFRA-ESTRUTURAS EMERGENTES NO SISTEMA DA ARTE BRASILEIRA: Plataformas Museológicas de Corporações Bancárias, Produtores Culturais e Curadores

com Nei Vargas da Rosa
04 de julho de 2008 às 15h
Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles

A palestra que Nei Vargas da Rosa apresentará no Museu Victor Meirelles trata de um modelo de gestão e funcionamento no sistema da arte, tomando por base a emergência de novos elementos surgidos no cenário político-cultural no Brasil a partir dos anos oitenta. Nesse sentido, analisa a maneira como o Itaú Cultural, em São Paulo, e do Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro, e um grupo de produtores e curadores desempenham suas funções no destino de artistas e obras no contexto da história da arte na contemporaneidade. O objetivo é mostrar como o regime de eventos passou a vigorar no sistema, influenciado pela ação do Estado e das infra-estruturas emergentes, responsáveis pela circulação e visibilidade da produção artística.

Nei Vargas da Rosa é Mestre em Artes Visuais, ênfase em História, Teoria e Crítica da Arte pelo PPGAV/UFRGS. Foi diretor do Departamento de Difusão Cultural da Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS e coordenador da Ação Educativa do Santander Cultural.
O quê: Infra-Estruturas Emergentes no Sistema da Arte Brasileira
Quando: 04 de julho de 2008 às 15h
Onde: Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Quanto: Entrada Gratuita

Para saber mais sobre o museu, acesse o site: www.museuvictormeirelles.org.br

Nenhum comentário: