quinta-feira, 5 de junho de 2008

Estréia do espetáculo de dança-teatro O Asno de Apuleio


"Quando estiveres bem perto, docemente, como que para beijar a mão do sacerdote, colhe as rosas e, de repente, te verás despojado do couro desta maldita besta." Apuleio
O espetáculo de dança-teatro O Asno de Apuleio (2008), produção da Andras Cia de Dança-Teatro, terá sua pré-estréia nos dias 6 e 7 de junho, às 21h00, no Espaço I do CEART/UDESC. Dirigida por Milton de Andrade, a peça compõe uma trilogia com Quixote (2005) e Butterfly (2006) todas produções da Andras Cia. As referências temáticas de O Asno de Apuleio são obtidas na obra literária O Livro das Metamorfoses ou, como é mais conhecida, O Asno de Ouro (séc. II d.C.), do autor latino Apuleio. A obra trata do argumento da instigação, da provação e da iniciação masculina nos mundos da violência, da virilidade, da fé, da comicidade, da animalidade e da espiritualidade. A narrativa da performance percorre a história de Lúcio, um jovem que, movido pela curiosidade e pelo desejo passional em se transformar, se apodera do unguento mágico errado e, ao invés de ser transformado em pássaro, é transmutado em asno. O protagonista parte numa viagem de tormento púbere e, através de uma série de peripécias, entra em contato, na forma de asno, com os mais corrompidos vícios humanos. Lúcio irá encontrar a sua redenção e recuperar a forma humana comendo uma coroa de rosas vermelhas, o antídoto feminino, pharmacon esthlón, num rito dedicado a Ísis, a deusa da Lua. A fábula narra, pois, as passagens e as transformações do herói masculino, de jovem curioso a besta, e de homem ingênuo a homem individuado com valores sociais provindos de um processo de redenção moral e espiritual.
A circulação do espetáculo, que tem pré-estréia nos dias 06 e 07de Junho no Centro de Artes da UDESC, prevê a integração com um programa de ação social através de oficinas de dança-teatro voltadas a jovens e adolescentes. Tais oficinas visam o aprimoramento da linguagem corporal, propiciando, através de uma ação integrada, o desenvolvimento de temas de movimento elaborados pelos participantes, que serão inseridos na performance de O Asno de Apuleio.
A primeira experiência de ação social do grupo de 07 atores, coordenados por Milton de Andrade, será na cidade catarinense de Gravatal, onde se desenvolverá uma oficina de dança-teatro voltada à comunidade de afrodescendentes do Caeté. Os jovens do Caeté, participantes da oficina, integrarão o espetáculo a ser apresentado em estréia nacional no dia 26 de Junho na Boate Zula´s em Termas do Gravatal.
A idéia de estreiar o espetáculo numa boate é parte de uma estratégia de levar o teatro a ambientes de divertimento geralmente alheios à cultura cênica e também um chamado à dança a que todos estão convidados na celebração final do espetáculo com a Andras & The golden donkeys (“Os asnos de ouro”). Os valores arrecadados com a bilheteria da performance em Termas do Gravatal irão colaborar ao desenvolvimento da pré-escola comunitária Jardim das Artes, construída em bio-arquitetura sob coordenação do Instituto Anima. Ficha Técnica- Direção: Milton de Andrade- Com: Diogo Vaz Franco, Diovane Rubens Delvie, Juarez Nunes, Milton de Andrade, Oto Henrique, Samuel Romão- Dramaturgia e assistência de direção: Melissa Ferreira e Nini Beltrame- Preparação corporal: Milton de Andrade (dança), Gerardo Bejarano (esgrima cênica) e Jean machado (adágio circense).- Figurinos: Rosane Libório- Direção de Produção: Melissa Ferreira- Produção: Andras Cia. de dança-teatro- Obra de referência: O Livro das Metamorfoses (O Asno de Ouro, séc. II d.C.), de ApuleioDuração do espetáculo: 1h15min

Serviço PRE-ESTRÉIA: 06 e 07/06/08, sexta e sábado, 21h00, entrada franca

ESPAÇO 1 – CEART – UDESC – Florianópolis (SC)
Estréia:21 de Junho de 2008 às 21h00Zula's Boate – Gravatal (SC)

Nenhum comentário: