segunda-feira, 19 de maio de 2008

Vídeos produzidos pela FFC são distribuídos local e nacionalmente ]

Vídeos produzidos pela FFC são distribuídos local e nacionalmente ]

FFC dissemina obra de Martinho de Haro para o Brasil e distribui cópias de “Memórias de uma Cidade” para as escolas do município.Estão sendo distribuídas 500 cópias, em DVD, do documentário “Martinho de Haro – A Cidade Reinventada”. As cópias estão sendo enviadas para as secretarias de educação do estado e para diversas secretarias e fundações de cultura do Brasil.O documentário sobre Martinho de Haro foi exibido pela primeira vez em 11/11/07, em comemoração ao centenário do artista catarinense, no Centro Integrado de Cultura (CIC). Faz parte do projeto “Alma de Artista”, da Fundação Franklin Cascaes/PMF – é o primeiro de uma série de dez documentários previstos no projeto. A proposta é trazer um produto cinematográfico que abranja biografia, obra e estética de um artista catarinense. Com duração de 20 a 25 minutos, possui um formato de ampla difusão, podendo inclusive ser transmitido em TV. O próximo documentário deve ser lançado neste ano, e será sobre Franklin Cascaes.Do projeto “Memórias de uma Cidade” também foram feitas cópias em DVD, 200, e estão sendo levados às escolas de Florianópolis. O vídeo “Memórias de uma Cidade”, produzido no final 2007 e com a copiagem em DVDs feita neste ano, reúne 13 pequenos programas, apresentados em versões de 30 segundos e um minuto, sobre a preservação e o universo dos patrimônios histórico-culturais da cidade – como a ponte Hercílio Luz, a Praça XV, o palácio Cruz e Souza, entre outros - sob seus aspectos históricos e simbólicos. As peças utilizam acervo iconográfico da Casa da Memória (FFC).Os dois vídeos têm supervisão de Vilson Rosalino, superintendente da FFC, e direção do cineasta Chico Pereira. De acordo com Vilson Rosalino, o objetivo dos vídeos produzidos pela fundação é o de disseminar os referenciais da cultura de Florianópolis tanto para a população local como para além da ponte. Há, inclusive, a perspectiva de disponibilizar on-line do conteúdo dos DVDs, no próprio site da FFC.

Nenhum comentário: