quarta-feira, 7 de maio de 2008

Projeto retorna com show de Valdir Agostinho e Banda

SEXTA NO JARDIM
Projeto retorna com show de Valdir Agostinho e Banda

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) abre nesta sexta-feira, dia 9, às 18 horas, no Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis, a segunda edição do projeto “Sexta no Jardim”. Já consolidado como espaço cultural, de convívio e de lazer, o jardim do Palácio Cruz e Sousa servirá mais uma vez de palco para os artistas locais.
Iniciado em 2007, o projeto foi concretizado através do Fundo Estadual de Cultura (Funcultural), e busca manter um programa fixo e regular de apresentações artísticas no Jardim do Palácio, sempre às sextas-feiras, no final da tarde.
Destinado à comunidade em geral e aos visitantes de Florianópolis, o projeto pretende ainda difundir e ampliar o acesso aos bens culturais e, ao mesmo tempo, atrair novos e diferentes públicos para visitar o Museu.
“A programação procura alternar vários estilos, do erudito ao contemporâneo, valorizando e divulgando nossos artistas regionais”, explica a administradora do Museu Histórico de Santa Catarina, Susana Bianchini.
A atração de abertura fica a cargo de Valdir Agostinho e Banda.

O QUÊ: Abertura do Projeto “Sexta no Jardim, com Valdir Agostinho e Banda.
QUANDO: sexta-feira, dia 9, às 18 horas
ONDE: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, Praça 15 de Novembro, 227, Centro, Florianópolis, fone (48) 3028-8090
QUANTO: gratuito
Informações: Susana Bianchini - (48) 3028-8090 / 9989-5751


SAIBA MAIS:

VALDIR AGOSTINHO E BANDA
Valdir Agostinho é sem dúvida o artista mais completo e eclético de nosso Estado. Ele é o representante de toda a nossa raiz e porta-voz de uma geração moderna e atual, afinada com tendências politicamente corretas de alguém que tem uma visão de cidadão do mundo.
Neste seu novo show a música e a interpretação se fundem em um elemento só que é o próprio Valdir em sua performance original e cult. Ele executa composições próprias e está acompanhado por Ulysses Dutra na guitarra, Guilherme Ledoux na bateria e Luiz Maya no baixo.



PRÓXIMAS ATRAÇÕES:

DIA 16 - 18:00 horas
DENISE DE CASTRO QUARTETO: NO BALANÇO DA BOSSA
Denise de Castro, pianista, cantora e compositora, um das artistas mais atuantes de nossa cidade, apresenta um show onde conta a história da Bossa Nova, na comemoração dos 50 anos do movimento musical que viria a modificar profundamente a música popular brasileira. Além do piano e voz, o show conta com Silvia Beraldo (sax e flauta), Alexandre Vicente (contrabaixo) e Victor Bub (bateria). Balanço da Bossa, arranjos exclusivos que valorizam a performance de cada músico.

DIA 30 - 18:00 horas
GRUPO BOM PARTIDO
O grupo Bom Partido dedica-se à pesquisa "Meio Século de Samba-Enredo na Ilha" que consiste em levantar os escassos dados disponíveis sobre os últimos 50 anos do samba em Florianópolis. Usam como fonte a memória viva dos velhos bambas, muitos ainda ativos na difusão da música local. Entre estes compositores estão: Avevu, Armandino Gonzaga, Nelson Wagner, Edson Camargo, Nego Quirido e outros da nova geração, como Celinho da Copa Lord, Januário e Edu Aguiar. O Bom Partido desenvolve também projetos de apoio a outros grupos da Grande Florianópolis, como o Circo do Samba que contou com a presença dos grupos Número Baixo, Coisa da Antiga e Raízes do Samba. Em dezembro de 2003, o grupo participou do quadro Dia de Banda no Jornal Hoje da Rede Globo.
Josiane na voz, Fernanda no cavaco, Luiz no surdo, Marcelo no pandeiro, Raphael Galcer no violão de 7 cordas, Julia na percussão e voz e Fabrício na percussão.

DIA 06 DE JUNHO - 18:00 horas
LEANDRO FORTES QUARTETO
O quarteto reúne instrumentistas residentes em Florianópolis com projeções nacional da música instrumental e explora sonoridades modernas dentro do imaginário brasileiro, fazendo uso dos vocabulários rítmicos e das interações musicais, apoiando-se no conceito de improvisação e liberdade musical. O concerto nos leva a diversos momentos, de notas rápidas a melodias líricas, de momentos bruscos a delicados bem como partes com arranjos convencionados e outras totalmente improvisadas. Nesse universo conceitual de infinitas possibilidades musicais, Leandro Fortes conta com Luiz Gustavo Zago no piano, Rafael Calegari no baixo e Mauro Borghezan na bateria.

Nenhum comentário: