segunda-feira, 5 de maio de 2008

Mesmo com chuva, leitores marcaram presença no Largo da Alfândega

Feira de Rua do Livro
Passeio cultural
Mesmo com chuva, leitores marcaram presença no Largo da Alfândega

Julia Quintana de Albuquerque estava entusiasmada carregando uma sacola com quatro publicações na tarde de sábado na 7ª Feira de Rua do Livro de Florianópolis. Em companhia da mãe, a restauradora Marinelli Quintana da Albuquerque, a menina de sete anos mostrava que tinha intimidade com os livros.Com a propriedade de leitora experiente ela opina:- Eu gosto muito da coleção do Ziraldo e tem alguns livros que me ajudam a aprender inglês - conta a delicada garota de cabelos longos e olhos brilhantes que começou a freqüentar a Biblioteca Pública e a Biblioteca do Sesc aos quatro anos.Orgulhosa, a mãe conta que Julia já leu mais de 200 títulos e que a internet é apenas uma fonte para pesquisa ou brincadeiras. Ela descobriu o prazer a leitura e não troca um livro por nada.Bem próximo da garota, o casal Luiz Ermindo e Angelina Marafon Pesenti folheava alguns livros, mas o preço desanimava a dupla.- Está mais caro do que Avon - comparou Angelina.O preço pode estar alto, mas venda continua boaMas apesar das críticas de visitantes em relação ao preço de algumas publicações, Janete Vieira da empresa RZM, de Palhoça, festejava as vendas e prestava consultoria para Alessandra Ganzo e Augusto Lisboa.O casal procurava um livro sobre animais. O motivo? Eles deram um cachorro de presente para a mãe de Augusto e o animal que, ao mesmo tempo, traz muitas alegrias também tem feito alguns estragos no pátio da casa de Elizabete, na Praia da Daniela, na Capital. A escolha da dupla foi Marley e Eu, livro que já bateu recordes de venda e que conta a história de um casal que ao adotar um cão neurótico e vive uma sucessão de verdadeiras provações.( jacqueline.iensen@diario.com.br )

Nenhum comentário: