sexta-feira, 16 de maio de 2008

Jaraguá do Sul recebe a pompa da Ópera "La traviata", de Verdi

Cultura
A grandiosidade do amor
Jaraguá do Sul recebe a pompa da Ópera "La traviata", de Verdi

A partir de hoje, Jaraguá do Sul passa a ser a segunda cidade catarinense a sediar grandes espetáculos de ópera. "La Traviata", de Giuseppe Verdi, terá duas apresentações no grande teatro da Sociedade Cultura Artística (Scar), sob a regência do maestro Jeferson Della Rocca. Realização da Pró-música de Florianópolis, em parceria com a Scar, é a primeira vez que a ópera é apresentada fora da Capital.Além de um elenco composto por 13 integrantes - com destaque para Kalinka Damiani e o joinvilense Douglas Hahn - , a produção envolve mais de 150 pessoas. Também participam a Orquestra de Ópera de Santa Catarina - criada especialmente para estes concertos - , a Polyphonia Khronos e 12 bailarinos do Jovem Ballett de Santa Catarina.A grandiosidade e a pompa que cercam o espetáculo, dividido em quatro atos, com duração de três horas, não difere muito da concepção original de Verdi, que remonta ao século 19 e é baseada no romance "A Dama das Camélias", de Alexandre Dumas Filho. "La Traviata" conta a história de uma cortesã parisiense que opta por deixar a frivolidade dos salões da nobreza para viver um grande amor, do qual é obrigada a desistir por causa da intransigência da família e do preconceito social.Os preparativos para a grande noite de estréia começaram na segunda-feira, com a montagem do palco no grande teatro da Scar. A diretora geral de produção, Neyde Coelho, enfatiza que a Scar é o único espaço fora de Florianópolis que dispõe de estrutura exigida para a montagem de uma ópera desse porte. Ela salienta que toda a ópera será legendada em português e que o patrocínio do Funcultural possibilitou ingressos mais acessíveis. "Sem patrocínio, os ingressos poderiam custar de R$ 100 a R$ 120", projeta.( sonia.pillon@an.com.br )SÔNIA PILLON JARAGUÁ DO SUL

Nenhum comentário: