quinta-feira, 15 de maio de 2008

Há um ano, o ator Paulo Vasiliescu encarna a personagem

Perfil
Montando Zuleika
Há um ano, o ator Paulo Vasiliescu encarna a personagem

Bastam 30 minutos para que o ator Paulo Vasiliescu incorpore Zuleika Zimbábue, personagem que interpreta há oito anos e cuja criatividade e desenvoltura é capaz de hipnotizar qualquer platéia. Com a ajuda do estilista Enéas Neto, Zuleika surge no subsolo do Bar Blues Velvet, no Centro de Florianópolis. O figurino é uma releitura da roupa de montaria. Desce Paulo, sobre Zuleika, a toda-poderosa.Há um ano em cartaz todas as noites de terça-feira no Blues Velvet, Paulo é incapaz de repetir uma cena. Sempre agrega novos elementos ao personagem, o texto é pontuado por ironia, humor e muita atualidade.- Sempre procuro um link com a realidade - diz Paulo, enquanto veste suas longas luvas pretas.Mas antes de falar da criatura vamos ao seu criador. Gaúcho de Porto Alegre, Paulo descobriu muito cedo que queria trabalhar no teatro. Veio para Florianópolis para cursar Artes Cênicas na Udesc. Na faculdade, empreendeu um proveitosa parceria com Renato Turnes. Foi quando nasceu Zuleika Zimbábue. Na época, Renato interpretava Celine Huston, personagem cheia de bons modos. Praticamente uma dama da dita alta sociedade. E Paulo criou Zuleika como contraponto. Enquanto Celine era refinada, Zuleika era brega, exagerada. Afinal, ela veio para desafiar Celine Huston.A personagem criada por Paulo mudou muito ao longo dos últimos anos. No início, quando fazia dupla com Turnes no Bar do Costão do Santinho Resort, era uma drag com todos os exageros que lhe convinha. Mas a figura caricata foi perdendo lugar para a personagem que dialoga com o público, o segredo de seu sucesso. As drags dublam, Zuleika canta. E tem banda: Zuleika e os Confirmados.Impossível ficar indiferente às suas caras e bocas e que, muitas vezes, tamanha expressão corporal não precisa de palavras para passar sua mensagem. Zuleika se apossa do corpo de Paulo já na primeira pincelada de esmalte preto nas unhas. Depois vem a base, o lápis preto que contorna e destaca os olhos, um pouco de sombra, um batom vermelho, uma anel com uma pedra enorme. Agora só falta o figurino. E lá vai o dedicado Enéas ajudá-lo a se vestir. E ele não esquece de nenhum detalhe. Em junho, o figurinista vai lançar sua coleção inspirada na múltipla Zuleika.Paródia em vídeo dos programas de receitasNo roteiro do espetáculo da artista tem quiz (sempre cultural), games, a ZZ News com as notícias da cidade (na terça, ela comentou sobre a cirurgia plástica de uma autoridade local) e, em breve, a personagem vai agregar aos shows vídeos com as imagens das entrevistas que fará para o quadro Se eu cozinho eu não lavo, quando Zuleika irá na casa de celebridades da Ilha em busca de receitas. Uma paródia dos programas de televisão onde tudo dá certo e fica sempre saboroso.Mais do que uma personagem, Paulo se vale de Zuleika para fazer uma crítica debochada e bem-humorada das contradições da vida, do preconceitos, dos costumes da sociedadesempre tão vil, veloz e volátil. Para conhecer as várias faces da personagem, acesse www.zuleikaz.com.( jacqueline.iensen@diario.com )JACQUELINE IENSEN

Nenhum comentário: