quarta-feira, 14 de maio de 2008

Acinej precisa de investimentos para colocar projetos em prática

Estúdio
Em breve: casa do cinema
Acinej precisa de investimentos para colocar projetos em prática

Joinville, com apenas cinco salas comerciais de cinema, vira a locação de algum filme. Ironia ou devaneio? Pois o projeto existe, tem nome e até local próprio: a Associação de Cinema de Joinville (Acinej) ocupa o prédio da antiga Prefeitura e quer transformar a cidade pouco cinematográfica em cenário de Hollywood.Por enquanto, existe apenas a sede e a boa vontade dos criadores. Mas efetivamente o caminho para "o ponto de virada na produção cultural de Joinville", como exalta uma das faixas na entrada, ainda é longo e demorado. O alarde no anúncio da criação da Acinej mostra a empolgação dos organizadores - tirar as idéias do papel é o verdadeiro desafio.Segundo o coordenador de arte da Fundação Cultural, Luciano Costa, há dois projetos em desenvolvimento. A Acinej quer criar um estúdio na garagem da antiga Prefeitura, promover cursos de especialização em produção e montar a cinemateca. Do outro lado está a criação de uma film commission, um comitê de visitação a festivais de cinema para "vender" locações de Joinville para filmagens. Em 2006, uma ação parecida quis trazer à cidade tomadas do longa "O Amor nos Tempos do Cólera", de Mike Newell, sem sucesso.Mas falta tempo e, principalmente, dinheiro. "Existe a elaboração de uma agência de cinema, para captar recursos junto à iniciativa privada. Além disso, estamos criando uma lei para oficializar o projeto com a Prefeitura", diz Luciano. O fotógrafo Alceu Bett coordena os trabalhos. A sede ainda não passou por nenhuma reforma ou adaptação. Quando ficará pronta, não se sabe - os cinéfilos torcem para que não acabe em comédia.( edson.burg@an.com.br )EDSON BURG JOINVILLE

Nenhum comentário: