quinta-feira, 8 de maio de 2008

26º Festival de Dança abre no dia 16 de julho com "lago dos Cisnes"

Festival
Palco clássico para uma platéia contemporânea
26º Festival de Dança abre no dia 16 de julho com "lago dos Cisnes"

O 26º Festival de Dança de Joinville promoverá um choque entre a tradição e inovação. Enquanto a imagem de divulgação do evento trocou os movimentos da dança por um "Eu Vou", as noites de gala serão odes ao clássico e ao didático. Dois anos após abrir o Festival de 2006 com "A Criação", o Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro abre o festival com "O Lago dos Cisnes", de Tchaikovsky, em 16 de julho. A Noite de Gala terá a suíte do balé "Don Quixote", com os primeiros solistas do Teatro Bolshoi de Moscou e cem alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.A intenção, aponta o presidente do Instituto Festival de Dança, Ely Diniz, é mostrar a maturidade e a identidade própria do evento. "Hoje não precisamos mais divulgar como um festival de dança, mas sim o festival de Joinville", ressalta.A intenção dos organizadores era trazer o Ballet de Tóquio, porém, a companhia só viria se houvesse uma turnê pela América do Sul. A apresentação de "O Lago dos Cisnes", já agendada para 2009, foi adiantada.A noite de abertura presta uma homenagem à bailarina Cecília Kerche, um ícone da dança no País e que poderá se despedir dos palcos de Joinville em 2008. "Apresentar O Lago dos Cisnes aqui era um sonho dela", acrescenta Ely. O Bolshoi da Rússia homenageia os formandos da Escola do Teatro em 2007, que dividirão o palco com os ídolos Natalia Osipova e Ivan Vasiliev. Para esse ano, mais de 1,7 mil grupos se inscreveram na mostra competitiva. Segundo a conselheira artística do Festival, Angela Nolf, aumentou 25% o número de coreografias inscritas. "A qualidade também aumentou. Há um aperfeiçoamento das academias, e a cada ano a seleção fica mais complicada", diz.A ação civil do Ministério Público, que questiona a concessão da marca do Festival de Dança a um instituto privado, não impactou nas inscrições ou na captação de recursos.Segundo Ely Diniz, a decisão judicial não interfere na realização da edição de 2008, feita de "forma legal e legítima", aponta. O Festival está orçado em R$ 3,4 milhões e, conforme explica o presidente, o valor é pago por patrocinadores e receitas do próprio evento.( edson.burg@an.com.br )EDSON BURG JOINVILLE
Mais
O QUÊ: 26º Festival de Dança de Joinville.
QUANDO: de 16 a 26 de julho.
ONDE: Centreventos Cau Hansen, avenida José Vieira, 315, Joinville.
QUANTO: ingressos à venda a partir de 1º de julho pelo site www.festivaldedanca.com.br ou diretamente na bilheteria do Centreventos Cau Hansen.
INFORMAÇÕES: (47) 3423-1010.

Nenhum comentário: