terça-feira, 15 de abril de 2008

Teatro que vai onde o público está

Teatro
Teatro que vai onde o público está

Os moradores dos bairros do Sul, Leste, Continente e região central de Florianópolis não precisarão ir muito longe para acompanhar a programação de hoje do Floripa Teatro - 15º Festival Isnard Azevedo. Os teatros da Ubro, Álvaro de Carvalho e Ademir Rosa receberão espetáculos e a Udesc faz apresentação especial no CIC.O Cena Aberta - Teatro dos Bairros tem entrada gratuita e começa às 12h30min, na Concha Acústica da UFSC. O espetáculo musical La Mutante Varieté, do grupo The Pambazoz Bros (SP), é composto de personagens cômicos e bizarros, inspirados em animais e plantas.Nos bairros, a palhaçada está à solta. O salão paroquial da Tapera recebe o Circo Nosotros (SP) com a Famiglia Milan e o Gran Circo Guaraná com Rolha, onde dois artistas circenses que realizam enquetes cômicas. No Parque de Coqueiros, o Grupo Off-Sina (RJ) apresenta o palhaço Café Pequeno da Silva Psiu, que dá nome ao espetáculo. Ele representa o cidadão comum e seus problemas cotidianos.A Cia Pé de Vento (SC) leva a Dona Bilica à Praça Bento Silvério, na Lagoa da Conceição e o grupo Traço Cia. de Teatro (SC) apresenta Fulaninha e Dona Coisa, no Ribeirão da Ilha.Com entrada franca, a Lona do Largo da Alfândega recebe, o Grupo Circo Dux (RJ), com o espetáculo Dux + 3. São três artistas circenses com diferentes habilidades e personalidades, que fazem shows com malabares, acrobacia, paradas de mão e irreverência.No Teatro da Ubro, a Cia do Gesto (RJ) apresenta Maria Eugênia, história de dois palhaços moradores de rua que recriam seu mundo a partir do lixo. Pouco depois, a KL Produções (RJ) leva Um Dia Anita para o Teatro Álvaro de Carvalho. Três atrizes interpretam a mesma personagem, dando tons variados à sua fragmentação de pensamento.Dentro do Programa Udesc, o Grupo Teatral (E)xperiência Subterrânea (SC) apresenta Das Sobras de Tudo Que Chamam Lar, na sala 41 do CIC. Baseada no texto A Gaivota, de Anton Tchekov, a peça é uma narrativa sobre as relações familiares de uma atriz famosa e seu filho, um jovem promissor no mundo das artes cênicas.A maratona teatral encerra com Crossroad, com ParadosanjoS Arte e Vida (SP). Cinco atores-acrobatas realizam movimentos em aparelhos aéreos numa dança que transforma ações cotidianas em acrobacias, balanços e giros. No Teatro Ademir Rosa (CIC).

Nenhum comentário: