quinta-feira, 17 de abril de 2008

Palestras Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2008-2009no Museu Victor Meirelles

Palestras Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2008-2009no Museu Victor Meirelles

Alexandre Sequeira,
Paulo Sergio Duarte
Valéria Dias Barzaghi Toloi e
Guy Amado

22 de abril de 2008 às 19h


No dia 22 de abril de 2008, às 19 horas, o Museu Victor Meirelles receberá os palestrantes Alexandre Sequeira (curador) e Paulo Sergio Duarte (curador-geral), ambos atuando no programa Rumos 2008-2009. O evento contará também com a mediação de Guy Amado e a presença de Valéria Dias Barzaghi Toloi, coordenadora do Núcleo de Artes Visuais do Itaú Cultural, que falará sobre o projeto Rumos Itaú Cultural 2008-2009. Este encontro faz parte da programação do ciclo de palestras do Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2008-2009.

Deslocamentos
Alexandre Sequeira
Pensar na produção em arte contemporânea em um país com dimensões continentais é pensar também em cartografias que traduzam novas compreensões acerca de territórios e de possíveis relações de trocas simbólicas que se estabeleçam entre eles.
O momento atual sugere o desenho de um território multinuclear onde a idéia de identidade nacional se dilui em um conjunto de novas identidades híbridas. O termo deslocamentos se refere às relações/diálogos/contaminações que se dão no campo das artes afirmando uma interlíngua que, por dispor de todos os meios, é a única capaz de exprimir um estatuto de comunicação dentro desse novo conceito territorial.

Dos Arquipélagos ao Continente: Uma trajetória da Arte Moderna e Contemporânea no Brasil
Paulo Sergio Duarte
A trajetória da Arte Moderna no Brasil, marcada pela incipiente institucionalização, pode explicar em parte a força de uma fração da produção contemporânea: trabalhos que não se revoltam contra um pai poderoso, mas que o incorporam e o transformam em novas linguagens. De outro lado, já surgem inúmeras obras que buscam um caminho original e chamam a atenção por um inteligente diálogo entre o local e o global, como lembra o teórico e crítico Moacir dos Anjos. Diante desse quadro, a investigação que deve orientar o projeto rumos artes visuais será nutrida pela ausência de hipóteses conceituais que impeçam a descoberta das novas manifestações ainda não detectadas. Os investigadores deverão ser capazes de cumprir aquela exigência, muitas vezes esquecida, mas, desde a Grécia antiga, a única capaz de questionar nossos próprios dogmas: a ataraxia, como a chamava os céticos, ou, mais simplesmente, a suspensão das certezas.

Sobre os palestrantes:
Alexandre Sequeira é formado em arquitetura pela Universidade Federal do Pará - UFPa. Professor do Instituto de Ciências da Arte da mesma universidade. Especialista em Semiótica e Artes Visuais. Artista Plástico e fotógrafo.
Paulo Sergio Duarte é crítico, professor de História da Arte e pesquisador do Centro de Estudos Sociais Aplicados/Cesap da Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro. Foi curador da 5ª Bienal do Mercosul, em 2005.
O quê: Palestras Itáu Cultural Artes Visuais 2008-2009
Onde: Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Quando: 22 de abril às 19 horas
Quanto: Gratuito

Para saber mais sobre o museu, acesse o site: www.museuvictormeirelles.org.br

Nenhum comentário: