domingo, 13 de abril de 2008

Múltiplas


A arte, quer seja a música, o teatro, as plásticas ou outras esferas, tem potência para fazer revolução, desde que os procedimentos apostem em inovação ou em efetiva construção do sensível. Como trabalho educativo, pode estimular a formação da personalidade, do gosto individual, desenvolver a percepção, a imaginação, a observação, o controle gestual. A arte ajuda a conhecer a própria emoção, a trabalhar os sentimentos, liberar tensões, ajustar pensamentos e sensações. Foi o que vivenciaram os 200 alunos da Escola de Ensino Fundamental Pref. João Floriani, de Rio dos Cedros, contemplada com o projeto Crê Ser, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) que propõe, entre outros aspectos, criar grandes telas de forma coletiva. A iniciativa, que estimula a auto-estima e a formação de cidadania, será encerrada em agosto com uma grande mostra que reunirá no Centro Integrado de Cultura (CIC), os quadros criados por jovens e adolescentes de sete municípios catarinenses.

***********
Meia horinha depois sobe ao mesmo palco o elenco de A Mulher Desiludida, da Primeira Página Produções Culturais, do Rio de Janeiro. E o Teatro da Ubro, também no Centro, recebe o espetáculo Quadraturin, do Grupo Residência, de Minas, a partir das 18h30min.

**************
Não esqueça! Vá ao teatro. Hoje começa o 15º Floripa Teatro - Festival Isnard Azevedo, com o espetáculo A Mulher do Trem, da companhia Os Fofos Encenam, no Teatro Ademir Rosa, a partir das 21h. No domingo, a programação fica mais consubstancial, começando às 15h e com segunda exibição às 19h com a peça Mania de Explicação (repete às 19h), da cia mineira Canguru Teatro de Bolsos e Bonecos, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC).Meia horinha depois sobe ao mesmo palco o elenco de A Mulher Desiludida, da Primeira Página Produções Culturais, do Rio de Janeiro. E o Teatro da Ubro, também no Centro, recebe o espetáculo Quadraturin, do Grupo Residência, de Minas, a partir das 18h30min

****************
Performance
Artista de Joinville atua com a platéia

Hoje, a artista joinvilense Priscila dos Anjos fará uma performance no anexo 1 do Museu de Arte de Joinville, na Cidadela Cultural Antarctica. Em "Convite para Fotografar", Priscila estará nua, e ao seu lado, numa cadeira, alguém da platéia. A pessoa segurará uma trança do cabelo da artista, cortada durante a intervenção. A ação começa às 14 horas. Para agendar a participação é preciso entrar em contato com Priscila pelo telefone (47) 9605-1637.

Nenhum comentário: