domingo, 13 de abril de 2008

Festival oferece a partir de hoje 68 apresentações na Capital

Isnard Azevedo
Maratona teatral
Festival oferece a partir de hoje 68 apresentações na Capital

O palco do Teatro Ademir Rosa do Centro Integrado de Cultura (CIC) recebe hoje o primeiro de uma série de espetáculos que tomará conta da Capital nos próximos nove dias durante o Floripa Teatro - 15º Festival Isnard Azevedo. A peça convidada A Mulher do Trem, da Cia Os Fofos Encenam (SP), será apresentada às 21h.Até o dia 20, o público poderá conferir 68 peças nos teatros, ruas e bairros da cidade.Ofestival deste ano tem algumas novidades. A principal é que deixa de ser competitivo. Realizado pela Fundação Franklin Cascaes (FFC), o Isnard Azevedo procura seguir a tendência de outros eventos teatrais do país, voltados à promoção e exibição dos espetáculos ao invés da competição. Por outro lado, o festival amplia a oferta de encenações do Cena Aberta de sete para nove bairros, oferece um número maior de oficinas - de 13 para 23 - e volta a incluir a Mostra Infantil na programação.- A proposta é valorizar mais a troca de experiências e a interação entre os grupos teatrais e menos a competição. São poucos os festivais que ainda mantêm o formato competitivo - afirma a coordenadora do festival, Vera Sampaio.No total, serão 36 grupos de vários estados do Brasil a se apresentar em três teatros - Ademir Rosa, Álvaro de Carvalho (TAC) e Teatro da Ubro - , na Praça da Alfândega e nas comunidades afastadas do Centro.Chamar o público e formar espectadoresAs companhias ganham hospedagem, alimentação, transporte e um cachê de R$ 2 mil pela primeira apresentação. Para as encenações extras o cachê é de R$ 1 mil, de tal forma que um grupo que se apresentar três vezes, por exemplo, receberá R$ 4 mil.Com a extinção da Mostra Paralela, que era voltada apenas a artistas catarinenses, os quais recebiam apenas uma ajuda de custo, agora todos os selecionados do Isnard Azevedo recebem valores iguais.- Todos têm o mesmo tratamento em relação aos cachês. O mesmo critério adotamos na seleção dos grupos. Sejam daqui ou de fora, o que consideramos foi a qualidade do trabalho - comenta Vera.Apenas os espetáculos realizados nos teatros serão cobrados, a um preço de razoável de R$ 10 e R$ 5 (meia). Na Mostra Infantil, os adultos deverão pagar ingresso nas apresentações à noite, mas, durante o dia, a entrada é liberada para o público de qualquer idade. O objetivo de estabelecer um preço popular tanto nas apresentações dos convidados quanto dos selecionados - assim como a ampliação dos espetáculos nos bairros - , de acordo com a coordenadora, é favorecer a participação do maior número possível de espectadores e formar um público freqüentador de teatro.- É importante que o teatro cresça e que o público cresça também.( marcio.alves@diario.com.br )MÁRCIO MIRANDA ALVES

Nenhum comentário: