domingo, 13 de abril de 2008

Existência Humana é o Tema Central no Cinema Falado


Existência Humana é o Tema Central no Cinema Falado

O filme do Cinema Falado da próxima quinta-feira, dia 17 de abril de 2008 é o documentário brasileiro Edifício Master. Produzido em 2002 e dirigido por Eduardo Coutinho, o filme foi vencedor do prêmio de Melhor Documentário no Festival de Gramado em 2002. A sessão começa às 18h30min, na Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles e terá na mediação o convidado Victor da Rosa, ensaísta e pesquisador em artes visuais.
Durante sete dias, uma equipe de cinema filmou o cotidiano dos moradores do Edifício Master, situado em Copacabana, a um quarteirão da praia. O prédio tem 12 andares e 23 apartamentos por andar. Ao todo são 276 apartamentos conjugados, onde moram cerca de 500 pessoas. Eduardo Coutinho e sua equipe entrevistaram 37 moradores e conseguiram extrair histórias íntimas e reveladoras de suas vidas. Uma pessoa comum, que poderia ser um prosaico vizinho de cada um de nós, de repente se revela em um rico personagem, com uma história idem. Assim o filme vai revelando a alma humana, mostrando um belo e proposital contraste entre o espaço vasto da praia, e do calçadão famoso, e os pequenos conjugados, espaços mínimos de coexistência.
Contardo Calligaris, crítico de cinema da Folha de São Paulo, escreveu em 2002, quando do lançamento do documentário: “Descobrimos que nossos vizinhos não são exóticos; ao contrário, são banais, mas, apesar disso, suas vidas são tão únicas quanto as nossas. Em suma, somos todos membros da mesma tribo moderna justamente por isso: porque somos todos únicos. No edifício Master, nos sentiríamos em casa, não apesar da diversidade das escolhas e dos destinos, mas por causa dessa diversidade.
“O Master é um edifício de pequena classe média. Seus moradores são, socialmente, de pequena classe média, mas eles não têm nada de médio e nada de pequeno: são todos heróis. Pela arte de Coutinho, suas vidas, milagrosamente, revelam uma grandiosidade épica”, completa.
O Cinema Falado é um projeto que tem como objetivo reunir pessoas para falar de cinema. A dinâmica é escolher um filme e, após o término da sua exibição, um mediador convidado faz a abertura do tema, abrindo espaço, em seguida, para a participação da platéia. O projeto teve início em abril de 2006 e nesta quinta-feira, com a exibição do Edifício Master, estará realizando a quarta sessão do ano de 2008.
Dentro da programação do Cinema Falado para este ano, alguns filmes merecem destaque, como A Felicidade não se Compra, de 1947, dirigido por Frank Capra, Promessas de um Novo Mundo, de 2001, um documentário sobre crianças israelenses e palestinas, o cubano Morango e Chocolate, de 1994, o clássico de Alfred Hitchock, Janela Indiscreta, de 1954, Salve o Cinema, realizado no Irã em 1995 e ainda o inusitado Bom Dia, do diretor japonês Yasujiro Ozu, filmado em 1959, sobre dois meninos que testemunham a chegada do primeiro aparelho de televisão do bairro.

Cinema Falado do Museu Victor MeirellesFilme: Edifício Master, BRA, 2002, de Eduardo CoutinhoMediação: Victor da RosaDia 17 de abril de 2008, às 18h30minSala Multiuso do Museu Victor MeirellesRua Victor Meirelles, 59, Centro – FlorianópolisTel.: 48 3222-0692Entrada Gratuita

Nenhum comentário: